SELECIONE OU DESLIGUE O SOM NO PLAYER AO LADO
Discografia - "Volume 07 - 1.973"
Coletânea dos sucessos do cantor.

- NEM MESMO CRISTO
(CARLOS ROBERTO)

CLIQUE AQUI PARA OUVIR UM TRECHO DESSA MÚSICA

Nem tudo aqui que eu faço satisfaz
Os teus caprichos, vaidades tão banais
Você reclama não ter paz um só segundo
Nem mesmo Cristo agradou a todo mundo
Você diz que o meu modo de viver não é direito
E nos presentes que lhe trago põe defeito
E só reclama não ter paz um só segundo
Nem mesmo Cristo agradou a todo mundo
Quantas vezes eu já lhe falei
Você tem que aprender a viver
Não exija o que não pode ter
E é tão fácil você entender
Vivendo a vida como deve ser
Mas você reclama não ter paz um só segundo
Nem mesmo Cristo agradou a todo mundo


- FALTA ALGUÉM EM NOSSA VIDA
(PAULO SÉRGIO)

CLIQUE AQUI PARA OUVIR UM TRECHO DESSA MÚSICA

Eu te peço há tanto tempo
Mas você finge não me ouvir
Já não sei mais o que vou fazer
Para você poder se decidir
Já cansei de tanto explicar
Que sem ele eu não posso viver
E o amor que eu sinto por você
Pouco a pouco pode se perder
Não quero ver tudo se acabar
Preciso tanto de um filho seu
Para conservar o amor
Que ainda não morreu
Mas você finge não entender
De assunto logo quer mudar
Mas não deve se esquecer que eu
Posso um dia não mais reclamar
E, então, você poderá pensar
Que o amor que eu tinha se acabou
Mas eu não vou mais lhe revelar
Que por dentro vivo a esperar
Alguém mais para completar o amor
Preciso tanto de um filho seu
Para conservar o amor
Que ainda não morreu


- A FERA DE OLHOS MANSOS
(ALBERTO LUIZ - MOACYR FRANCO)

CLIQUE AQUI PARA OUVIR UM TRECHO DESSA MÚSICA

Sem doutor e sem farmácia
Na cidade poluída
Só existe um bom remédio
Para a sua solidão
O barzinho da esquina
O boliche, a lanchonete
E uma roda bem gigante
Para girar feito criança
Entoando uma canção
Vem, que as avenidas,
Se for bem grande o teu amor
Te levarão para o céu
Vem, e acredita que a tua fé
Pode no asfalto semear a flor
Vem, que esta cidade é uma fera
Mas tem os olhos mansos
Por trás deste concreto,
De toda essa ambição,
Você vai encontrar um coração


- AQUELE TEMPO BOM
(CÉZAR - CÍRUS)

CLIQUE AQUI PARA OUVIR UM TRECHO DESSA MÚSICA

Já houve um tempo em que eu achei que era preciso
Trocar de vida, de ambiente e de lugar
Meus pais diziam que era falta de juízo
Que com o tempo eu haveria de mudar
Eles pediram para que eu não fosse embora
Até choraram, mesmo assim eu não fiquei
Não dei ouvidos e saí estrada afora
E um belo dia por alguém me apaixonei
Como era bom aquele tempo bom
Em que eu vivia sempre tão contente
Como era bom aquele tempo bom
E ver que agora tudo é diferente
De lá para cá, a vida tem me ensinado
Que nesse mundo há tanta coisa para se ver
Só hoje vejo o tanto quanto andei errado
E sei que ainda tenho muito o que aprender
Quisera agora retornar à minha infância
Rever meus pais, os meus amigos, meus irmãos
Vencer no tempo de um segundo essa distância
E apertar de uma vez aquelas mãos
Como era bom aquele tempo bom
Em que eu vivia sempre tão contente
Como era bom aquele tempo bom
E ver que agora tudo é diferente


- MESMO QUE SEJA O ÚLTIMO ADEUS
(PAULO SÉRGIO)

CLIQUE AQUI PARA OUVIR UM TRECHO DESSA MÚSICA

Por que você demora tanto a compreender
Que eu preciso tão somente de você?
Neste meu mundo já não tem mais ilusão
Vivo tão desesperado, procurando sua mão
Esqueça esse alguém que te fez infeliz
Esqueça que o passado também existiu
E pense em todo amor que está guardado em mim
Amor igual ao meu você jamais sentiu
Não se envergonhe de chorar de tanto amor
Mas eu espero que você não se esqueça do meu
Pois ele irá para todo canto em que você for
Mesmo que seja no meu último adeus

- ÍNDIA
(GUERRERO - FLORES)

CLIQUE AQUI PARA OUVIR UM TRECHO DESSA MÚSICA

Índia, seus cabelos nos ombros caídos
Negros como a noite que não tem luar
Seus lábios de rosa, para mim, sorrindo
E a doce meiguice desse seu olhar
Í ndia da pele morena
Sua boca pequena eu quero beijar
Í ndia, sangue tupi
Tens o cheiro da flor
Vem, que eu quero lhe dar
Todo o meu grande amor
Quando eu for embora para bem distante
E chegar a hora de dizer-lhe adeus
Fica nos meus braços só mais um instante
Deixa os meus lábios se unirem aos seus
Í ndia, levarei saudade da felicidade
Que você me deu, me deu
Í ndia, a sua imagem sempre comigo vai
Dentro do meu coração
Flor do meu Paraguai


- MÁQUINAS HUMANAS
(MARCO CÉSAR - CLAYTON)

CLIQUE AQUI PARA OUVIR UM TRECHO DESSA MÚSICA

Chega um dia em que a gente
Vai aos poucos percebendo
Somos máquinas humanas
Estamos sempre correndo
O motor, logicamente,
É o nosso coração,
A estrada é o tempo,
O passado é contramão
Vivo estacionado
Na garagem, solidão
Meu motor é tão sensível
Não funciona sem você
Seu amor, meu combustível,
Venha me abastecer
São seus olhos que clareiam
Minha estrada no escuro
Se você demora, eu juro:
Nessa estrada eu vou me perder
Por favor, venha me socorrer


- O RETRATINHO
(PAULO SÉRGIO)

CLIQUE AQUI PARA OUVIR UM TRECHO DESSA MÚSICA

Achei numa caixinha de lembranças
Um presente de alguém que está ausente de mim
Senti no coração até um pouco de alegria
Mas não era tudo, tudo o que eu queria
Eu vou confessar: um retrato seu
Não basta para alguém apaixonado como eu
Prefiro ter você ao meu lado e lembrar com saudade
O retratinho que você me deu


- DE CORAÇÃO A CORAÇÃO
(ALBERTO LUIZ)

CLIQUE AQUI PARA OUVIR UM TRECHO DESSA MÚSICA

É noite calma de verão
Se até viver é ilusão
As nossas almas fazem par
Sonhando acreditar
Esquece a realidade
Te entrega de verdade
Que há na noite amiga,
Que há na rua antiga
Lugar para mais dois
É noite calma de verão
De coração a coração
Num tempo breve de ilusão
O encanto de te amar
E a noite, tão criança,
Te dou como lembrança
A eternidade e o mundo
Não valem um segundo
Da ternura que eu te dou


- ROSANA
(PAULO SÉRGIO)

CLIQUE AQUI PARA OUVIR UM TRECHO DESSA MÚSICA

Rosana, onde está teu carinho?
Rosana, onde está teu amor?
Você prometeu que jamais me deixava sozinho
E agora, Rosana querida, sozinho eu estou
Onde estão as promessas,
As juras de amor que você fez para mim?
Falou tanta coisa, depois foi embora deixando-me aqui
Sozinho e tão triste, sempre a esperar pelo carinho seu
Rosana, onde está tanto amor que um dia foi meu?


- LÁGRIMAS ROLARAM
(SIDNEY QUINTELA)

CLIQUE AQUI PARA OUVIR UM TRECHO DESSA MÚSICA

Tudo aconteceu ao ver você chegar
Confesso, não acreditei,
Foi tão grande a emoção
Ao pegar em sua mão
Vi seu olhar reluzir
Me dizendo: estou aqui
Sua voz estremeceu
Ao tocar seu rosto ao meu
No silêncio um beijo, então,
Seu amor me comoveu
Lágrimas rolaram como gotas de orvalho
Lá no meu jardim
Novamente, eu vi o sol brilhar
E renascer a esperança em mim
Foi tão grande a emoção
Ao pegar em sua mão
Vi seu olhar reluzir
Me dizendo: estou aqui





Web Site Oficial do Cantor Paulo Sérgio elaborado e mantido por seus filhos e pelo Fã-Clube Paulo Sérgio Para Sempre.

© 2008 - paulosergiodemacedo.com
Todos os direitos reservados.